João Eduardo Amaral Moritz entrega a Ricardo Siqueira um exemplar do relatório do Turismo Catarinense
João Eduardo Amaral Moritz entrega a Ricardo Siqueira um exemplar do relatório do Turismo Catarinense

Santa Catarina Lança Observatório do Turismo

Plataforma permite acompanhamento de dados atualizados do setor

O setor turístico em Santa Catarina ganhou uma nova ferramenta de gestão, planejamento e monitoramento das prioridades: o Observatório do Turismo, idealizado pela Fecomércio SC e Senac  SC para dinamizar toda a cadeia produtiva. O lançamento do projeto, na noite de terça-feira (29), em Florianópolis, reuniu cerca de 200 atores do setor, entre iniciativa privada e poder público.

Para dar a largada ao Observatório foi apresentado o relatório do Turismo Catarinense em Movimento, com 242 ações prioritárias em termos de gestão, governança, infraestrutura, inovação, legislação e qualificação. Os dados foram elencados em 2018 durante o ciclo de encontros nas 12 regiões turísticas do Estado, que abarcam 184 municípios, e estão disponíveis para acompanhamento público no site www.temsc.com.br .

“Essas informações sistematizadas podem ser utilizadas tanto pelo Governo, para direcionar políticas públicas e ações estratégicas para determinado segmento, como por empresários e entidades ligadas ao setor, no financiamento de projetos e atração de investimentos. Precisamos de diretrizes de longo prazo, de uma política assertiva para o setor. O objetivo é quebrar a sazonalidade do nosso turismo para atrair visitantes o ano todo e em todas as regiões”, afirma o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt.

Representando o governador Carlos Moisés da Silva, o secretário Adjunto de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo, Amandio João da Silva Junior, afirmou que o estudo balizará o governo na gestão do turismo e que “será a estrada que o Estado vai percorrer”.

“A iniciativa está alinhada às diretrizes da política nacional do setor. Santa Catarina é um dos estados pioneiros na integração das regiões e sistematização das ações prioritárias”,  segundo o vice-presidente de turismo da Fecomércio SC, Hélio Dagnoni, que percorreu as 12 regiões no ano passado.

Evolução do turismo

Na plataforma será possível acompanhar o comportamento do setor por meio de dados, pesquisas e indicadores, que serão atualizados de acordo com o andamento das ações.

“A ferramenta deverá evoluir de maneira dinâmica, assim como o Turismo, na medida em que parcerias venham ampliar a base de dados e passem a gerar séries históricas. Com isso, o Observatório auxiliará a tomada de decisão e a construção do planejamento, permitindo a otimização de recursos e assertividade dos investimentos”, reforçou o consultor do Senac, André Carvalho.

Conforme o relatório, os fatores mais críticos estão relacionados à Inovação, Qualificação e Gestão/Governança. Por conta da natureza transversal do setor e as particularidades de cada destino, as demandas apresentadas vão das conjunturais- como o desenvolvimento de programa de qualificação em nível estratégico, operacional e de educação básica- às mais locais, a exemplo de um calendário turístico para a região Caminho dos Canyons.

Por Juarez Tavares

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias