Os animais foram encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS)/Foto: Assessoria de Imprensa
Os animais foram encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS)/Foto: Assessoria de Imprensa

150 aves mantidas em cativeiro são resgatadas na grande Florianópolis

Além de serem presos, os homens que estavam com os animais serão multados pelo IMA por crime ambiental

Em operação conjunta, a 2ª Delegacia de Polícia Civil da Capital, o Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA), a Central de Investigação Leste e Sul (CILS) e a Delegacia de Jogos e Diversões realizaram na tarde desta terça-feira, 19 de maio, a apreensão de 82 aves silvestres que estavam em cativeiro, mantidas de forma ilegal, em Florianópolis.

Os animais foram encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), no Parque Estadual do Rio Vermelho, onde serão examinados. Após a verificação da saúde de cada pássaro, os que estiverem em boas condições serão soltos. Os demais passarão por reabilitação no local até estarem aptos para voltar à natureza.

As operações conjuntas ocorrem após assinatura de Termo de Cooperação Institucional entre IMA e Secretaria de Estado de Segurança Pública para a troca de informações e apoio técnico na fiscalização ambiental do estado.

150 aves resgatadas

Na última semana, por meio de duas operações conjuntas, a Polícia Civil de Santa Catarina com apoio do IMA resgatou um total de 150 aves silvestres mantidas em cativeiro. A primeira operação ocorreu na sexta-feira, 15 de maio, em Palhoça. No local foram encontrados 25 pássaros que estavam em garrafões de água e caixas de leite, além de outras 63 aves que também eram mantidas de forma irregular.

Dois homens foram presos em flagrante e um adolescente foi apreendido por manter em cativeiro e vender os animais ilegalmente. Os animais que estavam em condições foram soltos imediatamente. Os demais, encaminhados ao Complexo Ambiental Cyro Gevaerd, em Balneário Camboriú.

Além de serem presos, os homens que estavam com os animais serão multados pelo IMA por crime ambiental, pois manter pássaros silvestres em cativeiro, bem como vender, revender ou transportar, caracteriza crime contra o meio ambiente, sujeito às sanções penais e administrativas.

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias