Em julho e agosto as precipitações ficaram até 80% abaixo do habitual/Foto: Divulgação Internet
Em julho e agosto as precipitações ficaram até 80% abaixo do habitual/Foto: Divulgação Internet

Temperaturas elevadas reforçam alerta para uso controlado da água

Estimativas indicam que aproximadamente 75% da água consumida numa casa são gastos nos banheiros

Com a continuidade da estiagem, associada à elevação das temperaturas em todo o Estado, a CASAN reforça o pedido de economia da água tratada. O uso consciente por parte da população tem sido um grande diferencial em 2019, permitindo à Companhia manter o abastecimento estável apesar da prolongada estiagem que está comprometendo diversos rios.

Entre os mananciais que exigem maior atenção estão o Rio Vargem do Braço (principal rio para atendimento do Sistema de Abastecimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis), o Rio Suruvi (que atende a cidade de Concórdia) e o Rio Marombas (que abastece a cidade de Curitibanos).

As campanhas da CASAN têm sido intensificadas desde o mês de junho, quando os índices de chuvas começaram a se mostrar bem abaixo do esperado, mesmo levando em conta que o outono já é um período de baixa precipitação. Em julho e agosto as precipitações ficaram até 80% abaixo do habitual.

O déficit hídrico reforça a importância do uso responsável, especialmente evitando-se ações como a lavagem de casas, pátios, calçadas e carros. É preciso também atenção para atividades domésticas e de higiene pessoal.

Estimativas indicam que aproximadamente 75% da água consumida numa casa são gastos nos banheiros. Por esse motivo, uma dica importante é evitar banhos prolongados, já que o chuveiro é um dispositivo de consumo significativo de água. Estima-se que a cada minuto no banho há um consumo de aproximadamente 10 litros de água.

Acompanhe abaixo e neste link Dicas de Uso Responsável da Água

Fonte: CASAN

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias