Deputado Ivan Naatz visitou barragem e conversou com lideranças indígenas do local/Foto: Assessoria
Deputado Ivan Naatz visitou barragem e conversou com lideranças indígenas do local/Foto: Assessoria

Deputado Naatz alerta para o perigo da Barragem Norte em José Boiteux

Barragem de contenção de cheias é a maior do Brasil e garante a segurança de 1, 5 milhão de pessoas de todo o Vale do Itajaí

Quase um ano depois em que foram assinados dois convênios para o repasse de R$ 21 milhões para a recuperação da Barragem Norte, em José Boiteux, em setembro do ano passado, entre o governo federal e governo do estado, nenhuma obra começou a ser feita no local. Foi o que constatou o deputado e presidente da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, Ivan Naatz (PL) ao visitar a região do Alto Vale do Itajaí durante roteiro neste final de semana.

Foi o que constatou o deputado e presidente da Comissão de Turismo e Meio Ambiente da ALESC, Ivan Naatz ao visitar a região do Alto Vale do Itajaí/Foto: Assessoria

Os recursos anunciados na época permitiriam a construção do canal extravasor e a recuperação de equipamentos para a correta operação da estrutura que continua desativada, além de um estudo de impacto ambiental reclamado pela comunidade indígena da área, que já chegou a invadir o local em 2014 em protesto pelo não cumprimento de promessas do governo neste sentido. A barragem é atualmente a maior do país para a contenção de cheias e abriga 357 milhões de metros cúbicos de água, sendo 18 vezes maior que a barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, que rompeu e gerou tragédia ambiental no início do ano passado.

Ivan Naatz conversou com lideranças indígenas e moradores da região e se mostrou preocupado com a situação. Segundo ele, se nada for feito, Santa Catarina corre o risco de sofrer uma grande tragédia, caso ocorra uma nova enchente na região. “São um  milhão e meio de pessoas em perigo em todo o  Vale do Itajaí enquanto nada for feito para reestruturar esse importante equipamento na contenção das enchentes,  completamente abandonado pelo governo estadual “, alertou Naatz. O parlamentar disse ainda que vai cobrar providências do governador Moisés via Assembleia Legislativa, além de acionar a Frente Parlamentar Catarinense no Congresso Nacional, já que a gestão oficial do equipamento é do governo federal, embora delegada ao estado via setor da Defesa Civil.

Fonte: Assessoria de Imprensa Deputado Ivan Naatz

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias