Senador Jorginho Mello conversa com presidente do Senado
Senador Jorginho Mello conversa com presidente do Senado

Senado aprova projeto que facilita oferta de juros reduzidos

A Empresa Simples de Crédito (ESC) é uma nova modalidade para o fomento do microcrédito

O Senado Federal aprovou, na noite desta terça-feira (19), o projeto do senador Jorginho Mello (PR) que cria a Empresa Simples de Crédito, facilitando a oferta de crédito com juros mais baixos. “É uma política pública que facilita a desburocratização de negócios e empréstimos com menor taxa de juros”, afirmou o parlamentar catarinense.

A Empresa Simples de Crédito (ESC) é uma nova modalidade para o fomento do microcrédito. As ESCs podem emprestar recursos próprios a pequenos negócios, correndo risco próprio e criando nova alternativa de financiamento hoje concentrado nos grandes bancos.

Em Santa Catarina, estima-se o funcionamento de 300 mil pequenos negócios. O setor representa 98% de todas as empresas brasileiras, que geram 60% dos empregos formais e 27% do PIB.

Operações de crédito

O projeto estabelece que as ESCs só poderão atuar em seu município-sede ou em municípios limítrofes para a realização de operações de empréstimo, financiamento e desconto de títulos de crédito aos pequenos negócios. A mesma pessoa natural não poderá participar de mais de uma ESC, ainda que localizadas em municípios distintos ou sob a forma de filial.

O projeto veda à ESC a realização de qualquer captação de recursos, em nome próprio ou de terceiros, sob pena de enquadramento em crime, ou seja, exclusivamente com capital próprio dos sócios. A ESC também não poderá realizar operações de crédito, como credora, com entidades públicas.

Considera-se microempresa, para efeito do Supersimples, aquela que fatura anualmente até R$ 360 mil. No caso da empresa de pequeno porte, o valor da receita bruta anual deve ser superior a R$ 360 mil e igual ou inferior a R$ 4,8 milhões. A legislação assegura a essas empresas tratamento jurídico diferenciado e simplificado nos campos administrativo, tributário, previdenciário, trabalhista, creditício e de desenvolvimento empresarial.

Fonte: Assessoria de Imprensa Senador Jorginho Mello

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias