Em 2018
Em 2018

Receita Federal reforça medidas de prevenção e repressão ao contrabando

Com previsão de cassação da CNH, nova lei reforça medidas de prevenção e repressão ao contrabando e descaminho

A lei 13.804, publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (11), dispõe sobre medidas de prevenção e repressão ao contrabando, ao descaminho, ao furto, ao roubo e à receptação, trazendo uma importante alteração no Código de Trânsito Brasileiro: o acréscimo do artigo 278-A.

No caso de contrabando e descaminho, se o infrator se utilizar de um veículo para cometer esses crimes, além de estar sujeito às penas de reclusão de dois a cinco anos (contrabando) e de um a quatro anos (descaminho) já previstas no código penal, estará sujeito também à cassação de sua habilitação para dirigir pelo prazo de cinco anos. Essa nova penalidade será aplicada no momento da condenação judicial transitada em julgado.

Além disso, se o condutor for preso em flagrante delito cometendo esses crimes, poderá ser decretada pelo juiz, em qualquer fase da investigação ou da ação penal, a suspensão da permissão ou da habilitação para dirigir.

Passado o período de cinco anos, o condutor condenado poderá requerer sua reabilitação desde que se submeta a todos os exames necessários à habilitação.

Em 2018, a Receita Federal realizou na 9º Região Fiscal (que abrange os estados de Paraná e Santa Catarina) 426 prisões em flagrante delito pelo cometimento dos crimes de contrabando e descaminho.

Fonte: Delegacia da Receita Federal Joaçaba

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias