Com a sanção, prevista para esta quinta-feira (22), os programas contarão com recursos superiores a R$ 15 bilhões/Foto: Internet
Com a sanção, prevista para esta quinta-feira (22), os programas contarão com recursos superiores a R$ 15 bilhões/Foto: Internet

Governo Federal destinará R$ 15 bilhões a programas de apoio às micro e pequenas empresas

Os recursos foram garantidos após reuniões lideradas pelo presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa, senador Jorginho Mello

O senador Jorginho Mello, presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa comemorou a aprovação do texto no congresso

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve sancionar ainda esta semana o PLN 2/2021, aprovado pelo Congresso Nacional na segunda-feira (20). O projeto estabelece a continuidade dos dois principais programas de auxílios aos micros e pequenos empresários no enfrentamento dos efeitos econômicos da pandemia. São eles: o Benefício Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm) e o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), de autoria dos Senador Jorginho Mello e apontado pelo presidente Jair Bolsonaro como responsável por salvar 10 milhões de empregos no país.

Com a sanção, prevista para esta quinta-feira (22), os programas contarão com recursos superiores a R$ 15 bilhões. Destes, R$ 10 bilhões serão destinados ao BEm e os outros R$ 5 bilhões, ao Pronampe, este último O senador Jorginho Mello, presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa comemorou a aprovação do texto no congresso.

  • É mais uma vitória da micro e pequena empresa. Nós fomos ao presidente buscar ajuda, junto com entidades representativas do setor. Fizemos uma série de reuniões de trabalho na última semana, e mais uma vez, fomos atendidos. O socorro aos micro e pequenos negócios precisa chegar o quanto antes, em especial os setores de eventos, bares e restaurante que foram duramente afetados pelos reflexos da pandemia. Por isso, é muito esperada e comemorada a reativação destes programas – destacou Jorginho.

Programas na pandemia

O Governo prevê que os recursos ajudem a manter cerca de 4 milhões de empregos através do BEm. Além disso, há ainda a previsão de que o Pronampe conte com alavancagem dos bancos nesta nova fase. Até aqui o programa já viabilizou R$ 37,5 bilhões em créditos para mais de meio milhão de negócios.

A iniciativa, de autoria do senador catarinense, é vista como um dos principais programas de enfrentamento à pandemia. O planalto estima que, até agora , o Pronampe tenha mantido quase 10 milhões de postos de trabalho.

Fonte: Assessoria de Imprensa Senador Jorginho Mello

Click na Home e escolha o idioma para sua leitura….
https://bomdiasc.com.br
@bomdiasantacatarina

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias