O convite a Bolsonaro foi feito pelo presidente da FPMPE, senador Jorginho Mello (PL-SC)
O convite a Bolsonaro foi feito pelo presidente da FPMPE, senador Jorginho Mello (PL-SC)

Em reunião da Frente da Micro e Pequena Empresa, Bolsonaro reitera compromisso com o fortalecimento dos pequenos negócios

Pela primeira vez na história, um presidente da república participa de um encontro da FPMPE, destacou o senador Jorginho Mello (PL-SC), que preside a Frente Parlamentar

A primeira reunião da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa no Congresso Nacional foi marcada pela participação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Esta foi a primeira vez que um presidente da república falou em uma reunião da frente. O convite a Bolsonaro foi feito pelo presidente da FPMPE, senador Jorginho Mello (PL-SC). O ministro da economia, Paulo Guedes, acompanhou Bolsonaro.

O presidente Bolsonaro que a união do Executivo, Legislativo e entidades representativas das micro e pequenas empresas viabilizaram ações efetivas para ajudar a economia no enfrentamento do impacto negativo da pandemia do coronavírus.

Economia e vida têm que andar juntas. Nós, o senador Jorginho e parlamentares, o Paulo Guedes, juntos, evitamos que o caos se instalasse ano passado no país com medidas como o auxílio emergencial. Foram 68 milhões de pessoas que receberam o auxílio. Além disso, tivemos o Pronampe, de iniciativa do Jorginho. Jorginho, você ajudou não foi a mim nem a você. Você ajudou mais de 10 milhões de trabalhadores no Brasil que tiveram seus empregos salvos por esse programa. Esse é papel de quem tem o voto popular – disse o presidente.

Jorginho Mello agradeceu a menção ao presidente e aproveitou a ocasião para pedir ao ministro da economia que acate a indicação de sua emenda de R$ 4,8 bilhões do Orçamento Geral da União para ser alocado ao Fundo Garantidor de Operações do Pronampe, para que possa haver mais uma rodada de empréstimos do programa.

Eu quero agradecer ao presidente e também ao ministro Paulo Guedes pela prorrogação da carência do Pronampe por mais três meses. Aproveitando a ocasião, quero pedir ao presidente e ao ministro Paulo Guedes para que já possam ver dentro do orçamento um espaço para que a gente inicie esse ano mais uma tranche de empréstimos – apontou o senador.

O Pronampe

Quando foi instituído pela Lei 13.999/2020, o Pronampe surgiu como uma ação para combate dos efeitos negativos do novo coronavírus na economia, e já com a intenção de que se transformasse em uma política permanente. Com o sucesso, o senador Jorginho Mello, autor da proposta, conseguiu essa consolidação.

Apenas durante o ano de 2020 o programa concedeu mais de R$ 37,5 bilhões em créditos, contabilizando mais de 520 mil contratos firmados. Tanto sucesso, chamou atenção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que por várias ocasiões citou o projeto de Jorginho como uma das mais bem-sucedidas ações de combate aos impactos financeiros causados pela pandemia, salvando cerca de 10 milhões de empregos.

Fonte: MB Comunicação

Click na Home e escolha o idioma para sua leitura….
https://bomdiasc.com.br
@bomdiasantacatarina

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias