Apenas em Chapecó a variação ficou no positivo (5
Apenas em Chapecó a variação ficou no positivo (5

Dia das Mães foi de caixa mais magro este ano em Santa Catarina

A falta de confiança na economia podem ter freado as vendas este ano

O Dia das Mães deste ano aqueceu a economia catarinense, porém o faturamento ficou aquém do esperado pelos empresários. De acordo com a pesquisa de resultado de vendas realizada pela Fecomércio SC, o ticket médio foi de R$ 224,43, pouco maior (1,4%) do que o ano passado. As cidades de Lages (R$329,13) e Florianópolis (R$276,92) registraram os dois maiores valores, em contraponto a Itajaí (R$104,63) e Blumenau (R$168,58).

A queda no volume de vendas pode explicar a percepção negativa do faturamento (-6,3%) na comparação com 2018. Apenas em Chapecó a variação ficou no positivo (5,5%). Já em relação aos meses comuns do ano a alta foi de 9,2%, ressaltando a importância da data para o setor.

De acordo com o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt, a menor predisposição do consumidor em fazer dívidas e a falta de confiança na economia podem ter freado as vendas este ano: “Os próprios empresários estavam mais cautelosos na data e contrataram menos temporários (11,9%) do que o ano passado (19,4%)”.

A forma de pagamento dos presentes foi equilibrada nas lojas: 49,7% parcelaram, no cartão de crédito (40,6%) ou crediário (9,1%), e 48,8% pagou à vista, somando crédito (21,7%), débito (18,7%) e dinheiro (8,4%).

A pesquisa de resultado de vendas de Dia das Mães foi realizada com 438 empresas do comércio de Santa Catarina, divididas nas cidades de Lages, Chapecó, Blumenau, Joinville, Criciúma, Itajaí e Florianópolis, durante os dias 14 e 17 de maio.

Fonte: FECOMÉRCIO SC

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias