A Carlos Gomes Big Band tem 3 DVD’s gravados, sendo dois ao vivo/Foto: Bom Dia SC
A Carlos Gomes Big Band tem 3 DVD’s gravados, sendo dois ao vivo/Foto: Bom Dia SC

Banda Musical Carlos Gomes completa 50 anos de História

Hoje a Carlos Gomes Big Band conta com 25 integrantes sob a regência do Maestro Mestre Luiz Fernando Spessatto

A Banda Musical Carlos Gomes foi idealizada na década de 70. Mas, a trajetória dos movimentos musicais de Joaçaba e Herval d’ Oeste remonta a outras épocas. Na década de 30 a “Banda Cruzeiro”, foi formada por 28 músicos, a maioria oriunda do Rio Grande do Sul e alguns recém-chegados da Europa. Apesar da fama que chegou a alcançar, a “Banda Cruzeiro” não resistiu à falta de novos adeptos, e, se acabou. Em seguida, o industrial Atílio Pagnonceli bem que se esforçou para montar uma banda, mas não conseguiu juntar músicos o bastante.

Em 1942 foi fundada a “Sociedade Cultural Musical de Cruzeiro e Herval”, que mais tarde ganhou nome de Scajho, Sociedade Cultural Artística Joaçaba e Herval d’ Oeste. Em 1947, alguns músicos das bandas extintas iniciaram uma nova formação que chegou a durar 10 anos. O fim foi igual ao das outras: faltou gente para continuar. Bem mais adiante, em 1969, houve outra reação. Alimentados pelo saudosismo e por saberem do alcance cultural deste movimento, um grupo de amigos estiveram reunidos durante 5 horas, trocando idéias com objetivo de formar uma banda musical. Nesta reunião é que foi idealizada aquela que viria a ser a Banda Musical Carlos Gomes.

Participaram desta reunião os seguintes músicos: Atílio Hermes, Alois Nering, Artur Nering, Hélio Frank, Sérgio Baretta, Nelito Santos, Dorvalino Marcon, Milton Laske, Euclides da Silva, Nenê Schneider, Joaquim Spiazzi, Euro Kuster, Ivo Bonn, Joaquim Spiazzi, Nadir Spizazzi, Anselmo Zanelatto, Ernesto Zanelatto, Ivo Mauer, Vitório Azevedo, Remi Marinelli, Arno Krueger, entre outros.

Carlos Gomes Big Band em dezembro de 2020 completa 50 Anos de história
com um repertório musical bem variado…

No dia 20 de dezembro de 1970 foi constituída a primeira diretoria da Banda Carlos Gomes. Presidente: Atílio Hermes, Secretário: Artur Nering, Tesoureiro: Euro Kuster, Maestro: Alfredo Sigwalt, que já fazia grande sucesso como Maestro da Scajho. Para não cometer os mesmos erros do passado, no ano 1972 foi contratado o Maestro Antônio Cordeiro Sobrinho, que formou a Banda Mirim Carlos Gomes.

As aulas de música era ministradas no sub solo do Antigo Pavilhão Frei Bruno. Posteriormente as aulas foram transferidas para o Clube Cruzeiro, nas dependências ao lado da piscina. Com o passar dos anos, os integrantes da Banda Mirim começaram a fazer parte da Banda adulta, como era chamada por nós e assim as duas corporações foram unificadas. Posteriormente  uma sala cedida pelo empresário Ângelo Pitol serviu como sede da Banda por algum tempo. Em seguida a Banda contou com a orientação dos professores Jairo Dewerling e Izaltino Santos.

Especialmente a partir dos anos setenta, o estilo orquestral foi perdendo força com o advento dos conjuntos especializados em bailes populares. Foi então que surgiram em Joaçaba Os Paqueras, sob liderança do acordionista Arlindo Baldissera e do baterista Gaspareto.    

Em 1972 com o início das atividades da escola de música da Banda, vários alunos por lá passaram e em entre outros aprendizes, a Banda passou a contar com um garoto chamado Antônio Ludovico Rodrigues, o Ico, que posteriormente seria Maestro da Banda. Durante vários anos em atividades, a Banda Musical Carlos Gomes esteve sempre ativa, participando de vários eventos, dentre eles Festivais de Bandas realizados no Estado de Santa Catarina e no  Rio Grande do Sul.

Por um período e com os integrantes meio desmotivados, a Banda ficou temporariamente desativada. Após alguns anos, o senhor Antônio Ludovico Rodrigues, o Ico, e com mais alguns abnegados, resolveram reativar a entidade, ficando sob a regência do Ico e sob a presidência do senhor Valdir de Souza a Banda voltou as atividades, isso já na década de 90. A essas alturas Joaçaba já tinha seu teatro que, mesmo inacabado passou a servir como sede da Banda. Diante da falta de um maestro, o próprio Ico, agora adulto começou a dar aulas de música e assumiu a batuta e passou a reger a Banda que o acolheu quando criança.

Entre outros baluartes daqueles bons tempos, já não temos mais Alfredo Sigwalt, nem Atílio Hermes, mas temos outros, jovens de outrora e jovens de hoje, igualmente abnegados emprestando seus talentos para este importante produto cultural de nossa região, que abrilhantou muitos eventos e contou com a participação de importantes músicos de Joaçaba e região.

Depois de algum tempo como presidente da Banda, o médico Aciolli Viecelli percebeu que algo novo precisava acontecer. Novos tempos, novas exigências. E isso não ocorre sem alguma dor. Apesar da qualidade musical e do esforço de seus músicos, a reação do público causava preocupação. O presidente, Viecelli e o maestro, Ico promoveram uma reunião emergencial. Participaram o presidente da Scajho Ivo Dallanora e dois de diretores da entidade, Fernando Spessato e Jaime Telles. Foi uma conversa franca, difícil, direto ao ponto. Se não houver alguma reação imediata, a Banda Carlos Gomes não vai resistir. As duas entidades se uniram em busca de uma solução. Acioli Viecelli e Ico Rodrigues apresentaram uma alternativa: ao invés de assistirem, inertes, o sucumbir da Carlos Gomes, eles preferiram ousar: Era preciso honrar a memória dos pioneiros e valorizar os músicos que ainda estavam ali, acreditando que o show poderia e deveria continuar.

Foi aí que convidaram outros músicos, de outras áreas. Da antiga formação permaneceram 9 instrumentos e um percussionista. O novo formato se confirmou com a inclusão do piano, da guitarra, do contrabaixo e da bateria. Os ensaios começaram em março de 2007 e a antiga Banda de Sopros se viu revitalizada, inaugurando um novo tempo. Agora nós temos a Carlos Gomes Big Band.

Hoje a Carlos Gomes Big Band conta com 25 integrantes sob a regência do Maestro Mestre Luiz Fernando Spessatto, o Nando, tendo um repertório musical  bem variado, alegrando a todos por onde realiza os seus shows. A Carlos Gomes Big Band tem 3 DVD’s gravados, sendo dois ao vivo.


A sede fica em anexo ao Teatro Alfredo Sgwalt, Joaçaba – SC, com a seguinte denominação na sua sala de ensaios:
Carlos Gomes Big Band – Sala Maestro Attílio Hermes.

A Diretoria atual conta com os seguintes integrantes:

Presidente de Honra: Alzira Perboni Hermes
Presidente:  Rui Cesar Lehrer
Vice-Presidente: Acioli Antonio Vieceli
Secretário: Agostinho Da Fré
2º Secretário:   Sérgio Barros
Tesoureiro: Avrum Koltiarenko
2º Tesoureiro:  Davi Matzenauer dos Santos
Diretor de Patrimônio: Antonio dos Santos
Maestro e Diretor Artístico: Luis Fernando Spessato
Diretor Artístico: Carlos Alberto Silva
Diretor de Eventos e Promoções: Amanda Peliciolli
Diretor Jurídico : Agostinho Da Fré
Diretor Literário : Leda Silva Kerber
Diretor de Música: Luiz Fernando Spessato
Orador : Jaime Telles
Conselho Fiscal: Paulo de Tarço Baggio e Ricardo Nuremberguer
Suplentes: Carlos Adão Tratski, João Carlos Ribeiro, Israel Marques Moreira,Volni Marques Moreira, Neri Marques Moreira.

Texto: Rui Cesar Lehrer

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias