Essas aves também podem ser observadas direto nas árvores, porém como normalmente ficam no alto das mesmas, e em meio à folhagem, dificilmente se consegue uma imagem da ave inteira, o que no comedouro é muito fácil.
Essas aves também podem ser observadas direto nas árvores, porém como normalmente ficam no alto das mesmas, e em meio à folhagem, dificilmente se consegue uma imagem da ave inteira, o que no comedouro é muito fácil.

Aves do vale entre os Parques da Serra do Tabuleiro e de São Joaquim

Na cidade de Santa Rosa de Lima, visitamos a Pousada Doce Encanto, que tem vocação para o ecoturismo e turismo rural, além de privilegiar a observação de aves como um de seus focos. Situada a 3km da sede do município, tem uma área de 30 hectares, dos quais grande parte é de mata primária, nunca explorada. A pousada faz parte da cooperativa Acolhida na Colônia, uma experiência com origem na França, e que visa oportunizar o ecoturismo e a qualidade de vida dos agricultores.

O trajeto mais indicado para chegar na pousada é por Tubarão na SC-108 (75km), passando ainda por outros municípios. Neste trajeto, o trecho até a cidade de Santa Rosa de Lima é todo asfaltado, restando um trecho de 3 km de estrada não pavimentada até a pousada. Outro acesso é pelo lado oposto (norte) saindo de Rancho Queimado BR-282 até Anitápolis com asfalto. De Anitápolis até a pousada (SC-281) são 25km de estrada de chão num total de 63km.

Saí-azul

Em suas instalações, o proprietário Valnério Assing, que nasceu no local, está empreendendo no segmento de observação de aves. Ele construiu algumas facilidades para a observação como um comedouro na mata com um “hide” – esconderijo – para que os passarinheiros possam apreciar e fotografar as aves sem as molestarem e outro comedouro em frente ao restaurante, onde podem ser curtidas muitas espécies mais coloridas. Também foi construída uma torre de observação, que permite alcançar o dossel das árvores, para observação das espécies que habitam o topo das mesmas.

Tiê-preto

A pousada oferece o sistema de “all inclusive” com as refeições além das acomodações para os hóspedes. O proprietário instrui sobre os locais de avistamento, além de acompanhar os hóspedes quando possível.

Santa Rosa de Lima/SC

A nossa visita foi realizada no inverno, logo após uma semana de frio intenso, que proporcionou inclusive neve nas localidades mais altas, como Lages, Bom Jardim, São Joaquim, Urupema e Urubici. A variedade das espécies vai se alternando durante a passagem das estações, assim sempre é bom conferir antes quais as que estão em evidência numa determinada época.

O comedouro situado em frente ao restaurante, no pátio entre as edificações de duas áreas de hospedagem, atrai as aves de menor porte e que, normalmente ficam no alto das árvores, e tem coloridos bem fortes e atrativos. O comedouro é abastecido com frutas como banana, mamão, abacate, laranjas e também com quirera de milho entre outras.

Saíra-militar

Essas aves também podem ser observadas direto nas árvores, porém como normalmente ficam no alto das mesmas, e em meio à folhagem, dificilmente se consegue uma imagem da ave inteira, o que no comedouro é muito fácil.

Saíra-sete-cores

Em nosso próximo artigo, exploraremos o comedouro da mata, onde é possível avistar espécies que, de outra forma, são dificílimas de avistar.

Gaturamo-verdadeiro
João-bobo
Sanhaçu-de-encontro-azul
Sabiá-coleira
Tiriba-de-testa-vermelha
Tiê-de-topete e canário-da-terra
Sanhaçu-frade
Frango-dágua

Colunista observação de aves : Gilberto Sander Müller é fotógrafo amador, observador de aves e morador de Porto Alegre/RS – Brasil.

Serviço:

Pousada Doce Encanto

Estr. Geral Rio dos Índios, s/n – Zona Rural, Santa Rosa de Lima – SC, 88763-000• (48) 996377842

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias