Embalagem desenvolvida pela Irani com Papel Antiviral
Embalagem desenvolvida pela Irani com Papel Antiviral

Irani lança a 1ª embalagem antiviral do Brasil, capaz inativar o vírus da Covid-19

A novidade será detalhada ao público durante a Feira Gera 2021

A cultura da inovação está presente no DNA da Irani Papel e Embalagem que busca cada vez mais expandir seu ecossistema, por isso, é parceria da Feira Gera 2021. A empresa vê na Feira uma boa possibilidade de apresentar algumas de suas soluções, abordar as nossas iniciativas e ampliarmos o relacionamento com o ecossistema de inovação aberta, debatendo novas tecnologias e podendo até mesmo criar oportunidades competitivas no mercado, independente do segmento.

O objetivo, de acordo com o diretor de Pessoas, Estratégia e Gestão da empresa, Fabiano Oliveira, é falar sobre a importância da inovação para a indústria e as iniciativas que a Irani vem adotando nesse sentido. Atualmente, a empresa possui quatro plataformas tecnológicas de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), que são: papel e celulose, papelão ondulado, área florestal e de resina, ambiental e energia. E essas plataformas possuem 16 temas de atuação, onde são desenvolvidos 30 projetos.

Fabiano Oliveira – Diretor de Pessoas, Estratégia e Gestão da Irani

“Vamos trazer também as nossas iniciativas de inovação estruturadas no Programa Inova, que promove a gestão integrada da inovação, por meio da promoção da cultura, geração de ideias, gestão de portfólio de inovação e desenvolvimento de projetos de inovação aberta” comentou Fabiano.

Seguindo em linha com a estratégia de negócio da companhia, a Irani focará nos projetos de inovação, como o Irani Labs, programa de inovação aberta, que tem como principal objetivo desenvolver novas soluções em produtos, serviços e processos, além de impulsionar projetos desenvolvidos por startups, visando a inovação do setor em que está inserida.

O Irani Labs, que se encontra em sua segunda edição, é desenvolvido em parceria com a Grow+, aceleradora de startups e gestora de investimentos. Na edição atual, serão selecionadas até cinco startups – duas a mais do que na primeira edição, com as vencedoras tendo a oportunidade de se tornarem parceiras da Irani ao testar e cocriar soluções propostas nas unidades fabris da companhia, além de contar com um processo de contratualização simplificado (Fast Track).

A empresa também acaba de lançar a Irani Ventures, veículo de Corporate Venture Capital (CVC) para investimento e aceleração de startups que atuam em sinergia com o seu modelo de negócio.

“Nos próximos sete anos, iremos formar um portfólio de até 20 startups com investimento inicial que pode chegar a até R$ 1 milhão por startup, além de oferecer um programa premiado de aceleração. Em parceria com a GROW+, gestora de investimentos e aceleradora de startups, as startups investidas pela Irani Ventures terão acesso ao Programa de Aceleração 10-WeekLabs™, onde passarão por um processo de imersão e alavancagem com capital intelectual, envolvendo suporte operacional, mentoria e networking, que auxiliarão no crescimento e desenvolvimento das atividades e do negócio das startups”, comentou Fabiano.

Fábrica da  Irani Celulose em Vargem Bonita/SC


Primeira embalagem antiviral do Brasil

Outra novidade que deve ser apresentada e detalhada ao público da Feira Gera é a embalagem de papel com tecnologia antiviral, antibacteriana e antifúngica. Trata-se da primeira embalagem antiviral do Brasil, que tem a capacidade de inativar o vírus da Covid-19 (SARS-CoV-2), além de outros vírus, bactérias e fungos, em 99,9% em até cinco minutos de contato.

“Esta inovação é aplicada no papel utilizado para a produção de embalagens e chapas de papelão ondulado, garantindo maior segurança. O papel conta com micropartículas de prata responsáveis por oxidar a camada externa do micróbio, criando, portanto, uma barreira de proteção antiviral, antibacteriana e antifúngica de alta durabilidade, já que a tecnologia permanece ativa durante toda a vida útil do papel e da embalagem, mesmo se entrar em contato com o álcool ou outras substâncias. Além disso, o produto não é nocivo ao meio ambiente, visto que é produzido com fibras recicláveis em linha com os padrões de sustentabilidade da Irani” explicou Fabiano.

*Texto com a colaboração Ascom Irani – Assessoria de Imprensa ACIOC

Click na Home e escolha o idioma para sua leitura….
https://bomdiasc.com.br
@bomdiasantacatarina

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias