Desenvolvimento Ferroviário em SC é debatido em Audiência Pública em Joaçaba
Desenvolvimento Ferroviário em SC é debatido em Audiência Pública em Joaçaba

Desenvolvimento Ferroviário em SC é debatido em Audiência Pública em Joaçaba

Depois de mais de 50 anos sem investir em ferrovias, o governo do Estado de Santa Catarina pretende retomar o transporte ferroviário. Projetos distintos para construção de duas novas linhas, uma entre Chapecó e Correia Pinto e outra entre Navegantes e Araquari, estão em pleno andamento e encontram-se em fase de analises de solo e definições de pontos para instalações de túneis e pontes. O governo está investindo R$ 32 milhões de reais na elaboração dos projetos executivos.

Leia Também: SC sedia 1ª Conferência Estadual de Migrações, Refúgio e Apatridia

A convite da Câmara de Vereadores, o secretário de Estado de Portos, Aeroportos e Ferrovias, Beto Martins, esteve em Joaçaba na noite de segunda-feira (13), para participar de uma audiência pública na qual apresentou o projeto detalhadamente. “Santa Catarina corre riscos de perder sua capacidade industrial e econômica devido ao gargalo logístico já que, nossa principal via de transporte ainda é através de rodovias, que elevam o custo e não apresentam segurança” destacou ele.

 De acordo com o secretário, os projetos devem ser concluídos até abril de 2025. De posse deles, o governo do estado irá buscar investimentos na iniciativa privada para a construção. “É um projeto de longo prazo. Que poderá levar cerca de 10 anos para ser concluído. No entanto, precisa ser iniciado, como estamos fazendo”, reiterou ele. Pelo projeto, Joaçaba será sede de um terminal de cargas.

Atualmente Santa Catarina tem dois projetos em desenvolvimento. Um deles, de 319 quilômetros entre as cidades de Chapecó e Correia Pinto, e outro, de 62 quilômetros, entre Navegantes e Araquari. O investimento do Estado é de cerca de R$ 32 milhões. A previsão de conclusão é abril de 2025
Atualmente Santa Catarina tem dois projetos em desenvolvimento. Um deles, de 319 quilômetros entre as cidades de Chapecó e Correia Pinto, e outro, de 62 quilômetros, entre Navegantes e Araquari. O investimento do Estado é de cerca de R$ 32 milhões. A previsão de conclusão é abril de 2025

Beto Martins esteve em Joaçaba a convite do vereador Diego Bairros (PL). “Precisamos de infraestrutura para escoar nossa produção, seja por boas rodovias, seja pela construção de malha ferroviária, seja também pelos aeroportos. Nós, enquanto Grande Oeste, temos a capacidade de ampliar ainda mais o que produzimos, no entanto, precisamos de oportunidades”, disse Diego.

A audiência pública focou na participação dos municípios das regionais de Joaçaba e de Campos Novos, cidade que também será inclusa no traçado entre Chapecó e Correia Pinto. Prefeitos de diversas cidades e entidades representativas se fizeram presentes. Por Joaçaba, além do prefeito Dioclésio Ragnini e o presidente da Câmara Vilmar Zílio, os vereadores Dihego Joe, Disnéia De Marco, Almir Pastori, Ricardo Menezes e Rodrigo Pedrini estiveram presentes. O prefeito de Campos Novos, Gilmar Marco Pereira esteve representando a Amplasc.        

Aeroporto: ainda cumprindo agenda em Joaçaba, o secretário Beto, acompanhado de vereadores e secretários municipais, esteve no aeroporto Santa Terezinha, onde acompanhou o andamento de ações que devem culminar com a reabertura de aeroporto para voos comerciais.   

Fonte: Assessoria de Comunicação Câmara de Vereadores dee Joaçaba

Click na Home e escolha o idioma para sua leitura….
https://bomdiasc.com.br
@bomdiasantacatarina

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​

Ultimas notícias