0220104312_01

A Relevância Da Arte Na Formação Do Educador – X

É essencial a inclusão do conhecimento da arte na formação do profissional de educação.

Emerge que a arte é um dos aspectos fundamentais que integram a cultura das sociedades e, como tal, sofre constantes mudanças de direcionamento, conforme as modificações que são empreendidas pelos indivíduos através da influência de aspectos sociais, econômicos e políticos na sua forma de pensar.  

A arte espelha, destarte, os paradigmas hegemônicos da evolução cultural. Com isso, infere-se que é de fundamental importância que o conhecimento da arte integre a formação dos profissionais de educação.

 A arte não está limitada às funções expressivas, como simples veículo da subjetividade comprimida. Ela compreende também uma forma de conhecimento que espelha os paradigmas da evolução cultural e, como tal, necessita integrar a formação dos profissionais de educação.

É essencial a inclusão do conhecimento da arte na formação do profissional de educação, pois, no Brasil, os jovens não recebem uma educação voltada para o reconhecimento da importância da arte. À medida que o educador reconhece a importância da arte, poderá ensinar aos alunos a também reconhecerem a evolução cultural retratada por meio desta.

Conforme Coli (2003), o interesse do indivíduo pela arte é algo raro e casual, uma vez que este interesse certamente não advém da escola, e não foi estimulado por nenhuma política cultural efetiva, coerente, ou pelos meios audio-visuais.

Em sistema de ensino voltado para a formação pragmática e tecnológica, sob o desinteresse dos responsáveis e bombardeado por emissoras de rádio e televisão, regidas pelo princípio absoluto do lucro, o indivíduo se encontra numa situação de grande miséria cultural.

As poucas manifestações artísticas de algum interesse neste país são pouco freqüentes, em geral possuem um custo elevado e sempre se restringem às grandes capitais. Apesar de existirem no mercado reproduções acessíveis, e algumas emissoras propiciarem um contato com a arte que de outro modo seria impossível, esses meios não substituem a relação direta com a obra.

           Embora sejam úteis na formação de uma cultura visual e sonora, as técnicas de reprodução não são suficientes, pois é necessário visitar monumentos, escultura, arquiteturas e obras de arte para aprender a ler como essas obras se apresentam dentro do processo de evolução cultural. Contudo, isso só será possível a partir do momento em que os educadores tenham esse conhecimento e possam transmiti-lo para os educandos.

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa

Ultimas notícias