Produtores rurais fizeram a coleta de sangue para exames/Foto: Divulgação Internet
Produtores rurais fizeram a coleta de sangue para exames/Foto: Divulgação Internet

Programa Saúde do Homem Rural atende mais de 130 trabalhadores em Curitibanos

O projeto do Programa Saúde do Homem Rural nasceu no Senar de Santa Catarina e hoje é um evento nacional

Aos 51 anos, Adir Chaves Motta nunca tinha feito nenhum exame de saúde. Na manhã do último sábado (17) o produtor rural, que vive no campo desde que nasceu, cuidou, preventivamente, de si pela primeira vez. “Nós cuidamos da terra e do alimento que vai para casa de todos, mas não de nós, por isso esses exames foram importantes. Com saúde, conseguimos render e produzir mais”, comentou Adir, ressaltando a importância do Programa Saúde do Homem Rural, promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), no Parque Pouso do Tropeiro, em Curitibanos. O evento ocorreu em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia de Santa Catarina (SBU/SC), a Prefeitura do município, através da Secretaria de Saúde, o Sindicato dos Produtores Rurais de Curitibanos, Lions Clube Centenário e Instituto Mix.

A ação, que envolveu mais de 130 trabalhadores rurais, promoveu palestras com os urologistas, Domingos Bertoldi e Dilor Giani Junior, abordando a importância de observar os sintomas de doenças masculinas, como o câncer de próstata e pênis, possíveis formas de prevenção, cuidados e higiene necessária para o corpo masculino. Um bate-papo com o bombeiro Roberto Adriano Röper, instrutor do 2° Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar de Curitibanos, abordou sobre prevenção de acidentes domésticos e primeiros socorros, e os policiais militares ambientais Robson Antunes Waltrick e Juares Rogério Magagnin explanaram sobre o trabalho desenvolvido na região.

Além das orientações, todos os homens tiveram amostras de sangue coletadas para realizarem os exames de próstata, colinesterase, e testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite. Para o presidente do Sindicato Rural de Curitibanos, Sadi Goetten Carvalho, o evento é de extrema importância, pois aproxima a informação ao homem do campo. “Muitas vezes, o produtor rural enfrenta dificuldades para chegar na cidade e fazer algum tipo de exame preventivo. Ter um dia especial e gratuito para eles é muito importante pois possibilita que qualquer problema de saúde seja diagnosticado com antecedência e tratado o mais breve possível”, destacou.

O presidente do Sistema Faesc/Senar, José Zeferino Pedrozo, salientou que o cuidado com a saúde é fundamental, principalmente para manter a qualidade de vida e o bem-estar no campo. “Assim como as mulheres, os homens também precisam ter um olhar cuidadoso consigo mesmo. Realizar exames periodicamente, ter cuidados com a alimentação e práticas saudáveis aumentam a longevidade de qualquer pessoa, principalmente no campo onde o produtor rural está exposto há várias situações. Preservamos, em primeiro lugar, a saúde de nossos produtores rurais”.

O projeto do Programa Saúde do Homem Rural nasceu no Senar de Santa Catarina e hoje é um evento nacional, mas essa foi a primeira vez que aconteceu em Curitibanos. “Os primeiros eventos tinham como foco o combate ao câncer de próstata. Atualmente trabalhamos com a saúde do homem em geral. Promovemos uma manhã de conscientização orientando sobre o cuidado com a saúde, entregando cartilhas informativas e apresentando palestras”, explicou a supervisora do Senar na região do Planalto Serrano, Stephanye Fanton, ressaltando que a ação também analisa as necessidades do município de acordo com os resultados laboratoriais. “Com os resultados, verificamos se a demanda regional necessita de uma segunda edição do evento ou até outras atividades promovidas pelo Sistema Faesc/Senar”, complementou.

O produtor rural João Hamilton Kemer, de 51 anos, participou do evento acompanhado do irmão e do filho. A família mora em Curitibanos e cultiva alho, soja e milho e, apesar de cuidar constantemente da saúde, também fez os exames promovidos no programa. “Eu cuido da minha saúde, mas temos que estar sempre preocupados com nós, por isso participamos deste evento”, disse João.

O viticultor Adir Motta garante que está feliz em ter deixado seu sítio, em uma manhã de sol, para cuidar da sua saúde. “Nossa vida só tem sentido se tiver saúde, de nada adianta termos terra e gado se estivermos com os dias contados, precisamos ter zelo por nós para cuidarmos do resto”, comentou o produtor que mora em um sítio na localidade Marombas, no Córrego Patrocínio.

Fonte: MB Comunicação Empresarial/Organizacional

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias