O poder de compra do avicultor de postura frente ao milho e ao farelo de soja
O poder de compra do avicultor de postura frente ao milho e ao farelo de soja

Ovos: poder de compra do avicultor é o menor desde janeiro/2019

Apesar dos preços dos ovos terem subido, as valorizações dos insumos têm ocorrido de forma mais intensa

O poder de compra do avicultor de postura frente ao milho e ao farelo de soja, principais insumos utilizados na atividade, tem caído com força em outubro, registrando o pior patamar desde janeiro/19.

Segundo pesquisadores do Cepea, apesar de os preços dos ovos terem subido de setembro para a parcial de outubro, as valorizações dos insumos têm ocorrido de forma mais intensa no correr do mês.

Segundo a Equipe Grãos/Cepea, o impulso nas cotações do cereal resulta do aquecimento das demandas interna e externa pelo produto.

No mercado de farelo de soja, por sua vez, o movimento altista está atrelado às menores ofertas do grão e à falta de chuvas em importantes regiões produtoras do País.

De acordo com colaboradores do Cepea, o receio é de que a redução da procura por ovos, típica em final de mês, pressione as cotações da proteína nos próximos dias, agravando ainda mais esse movimento de queda no poder de compra do avicultor.

Fonte: CEPEA

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias