O Agro Fraterno é um movimento nacional liderado pelo Sistema CNA/SENAR/Foto: Internet
O Agro Fraterno é um movimento nacional liderado pelo Sistema CNA/SENAR/Foto: Internet

Fórum Permanente do Agro Catarinense adere ao Agro Fraterno

O Agro Fraterno, programa que arrecadará alimentos para doação às famílias mais necessitadas e afetadas pela pandemia da Covid-19, foi foco de reunião, nesta semana, em Florianópolis. O encontro reuniu representantes do Fórum Permanente do Agro Catarinense formado pela Federação da Agricultura e Pecuária (FAESC), Organização das Cooperativas (OCESC), Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETAESC), Federação das Cooperativas Agropecuárias (FECOAGRO), Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados (SINDICARNE), Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) e Secretaria de Estado da Agricultura da Pesca e do Desenvolvimento Rural.

O Agro Fraterno é um movimento nacional liderado pelo Sistema CNA/SENAR, pela ministra da Agricultura Tereza Cristina, pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), pelo Instituto Pensar Agro (IPA) e outras entidades do setor. O programa é voltado à participação de produtores, empresas e entidades ligadas ao setor, que podem fazer a adesão de forma voluntária. As doações são livres e podem ser feitas tanto com cestas básicas, recursos ou alimentos, de acordo com a opção dos doadores. Cada entidade nacional doará 5 milhões (OCB, CNA, SENAR e SESCOOP).

Em Santa Catarina, segundo o presidente da FAESC, José Zeferino Pedrozo, a entidade fará licitação via SENAR/SC para aquisição de mais de nove mil cestas básicas, mediante investimento correspondente a 550 mil reais.  O SINDICARNE fará o movimento via agroindústria e as demais entidades definirão sua participação em breve. O trabalho de ação social deverá ser coordenado pela Secretaria de Agricultura que indicará as regiões que mais necessitam do auxílio.

O encontro reuniu representantes do Fórum Permanente do Agro Catarinense

 “Nosso setor não parou durante a pandemia e, neste momento, queremos manifestar o nosso espírito de solidariedade ao aderir a essa importante campanha para ajudar pessoas em vulnerabilidade social. Nos comprometemos em unir esforços fazer a doação de alimentos visando contribuir com a segurança alimentar de pessoas que passam por dificuldades”, salienta o presidente da FAESC, José Zeferino Pedrozo.

O encontro contou com a presença do secretário Altair Silva, dos ex-secretários Ricardo de Gouvêa e Odacir Zonta, além de representantes da FECOAGRO, OCESC, SINDICARNE e SENAR/SC.

Fonte: MB Comunicação

Click na Home e escolha o idioma para sua leitura….
https://bomdiasc.com.br
@bomdiasantacatarina

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias