Evento virtual detalha mudanças propostas pela nova legislação que pode inviabilizar a produção de diversas cadeias agropecuárias
Evento virtual detalha mudanças propostas pela nova legislação que pode inviabilizar a produção de diversas cadeias agropecuárias

FAESC e CNA debatem impactos da Reforma Tributária no agronegócio

Palestra virtual reúne produtores e lideranças sindicais para analisar os reflexos ao setor das três propostas em tramitação no País

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) promove na próxima terça-feira (29), às 14h, Webinar para debater os impactos da reforma tributária ao setor agropecuário.

O evento virtual será transmitido pela plataforma Teams (bit.ly/3i34RMO) e será coordenado pelo presidente da FAESC José Zeferino Pedrozo e pelo coordenador do grupo econômico da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Renato Conchon.

A Webinar reunirá os dirigentes que representam os Sindicatos Rurais associados à FAESC, além de produtores e técnicos do setor. O evento apontará as principais mudanças propostas pela reforma tributária e os seus reflexos para o agro brasileiro. CNA e FAESC defendem a simplificação da reforma, sem o aumento de encargos.

“Da forma como está sendo proposta hoje, a reforma trará aumento dos encargos e encarecimento do processo produtivo. A eventual extinção de benefícios fiscais ao setor, a oneração da cesta básica e de crédito financeiro elevarão os custos de produção nas grandes cadeias produtivas como grãos e soja, carnes e leite. Precisamos de uma reforma que simplifique, não que onere ainda mais o setor”, defende Pedrozo.

A CNA, com apoio das Federações estaduais, elaborou estudo sobre os impactos da reforma e está propondo emendas às três propostas em tramitação no País para evitar o aumento da carga tributária e dos custos de produção. O setor agropecuário emprega 1/3 da mão de obra nacional, mais de 13 milhões de trabalhadores.

Fonte: MB Comunicação

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias