Videoconferência reuniu 84 dos 92 presidentes dos Sindicatos Rurais do Estado
Videoconferência reuniu 84 dos 92 presidentes dos Sindicatos Rurais do Estado

FAESC aprova contas do exercício 2020 em Assembleia Virtual

Videoconferência reuniu diretoria da Federação e presidentes dos Sindicatos Rurais de todo o Estado nesta sexta-feira (19)

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) reuniu nesta sexta-feira (19) dirigentes dos Sindicatos Rurais filiados para Assembleia Geral Ordinária de prestação de contas do exercício 2020. O encontro virtual teve participação de 84 Sindicatos e também aprovou o relatório anual de atividades e o balanço patrimonial do período.

Pelo segundo ano consecutivo a Assembleia foi on-line, por videoconferência, atendendo as recomendações das autoridades de saúde para evitar aglomerações e diminuir o contágio do novo coronavírus.

No comando da reunião, o presidente José Zeferino Pedrozo relatou as principais atividades realizadas pelo Sistema FAESC/SENAR-SC no último ano e mencionou as conquistas e as demandas do setor no período. O relatório das ações somou 72 páginas, com destaque para as principais defesas lideradas pela Federação no ano:  participação na audiência pública na Assembleia Legislativa contra tributação de defensivos agrícolas no Estado; solicitação de renovação do Convênio 100; anistia de débitos de produtores rurais; desburocratização de licenças ambientais; leilões e eventos virtuais em todas as regiões; apoio aos produtores no período de pandemia; amenização dos efeitos da estiagem, dos ataques de javalis e do ciclone bomba; luta por mais apoio aos produtores na cadeia leiteira e na suinocultura e estruturação das Comissões para Acompanhamento, Desenvolvimento e Conciliação da Integração (CADECs), com assessoria técnica e jurídica gratuita aos produtores integrados.

“A FAESC sempre estará ao lado do produtor, podem ter essa certeza absoluta. Temos representação em 67 órgãos e comissões estaduais e em 22 em nível nacional para debatermos assuntos importantes das atividades agropecuárias no Estado e no País”, destacou o presidente.

Pedrozo ressaltou que a luta dos produtores rurais continua em 2021, especialmente para nova renovação do Convênio 100, cujo prazo encerra em 31 de março; maior valorização da cadeia leiteira em Santa Catarina e aumento da produção de milho para diminuir o déficit do cereal no Estado.

“A cadeia leiteira é uma das únicas que está à mercê da própria sorte. O produtor não tem segurança e depende da lei de oferta e procura no mercado. Os custos de produção estão altos, devido aos preços dos insumos, o que também atinge o produtor de suínos. Nossa defesa por melhorias e apoio às duas cadeias segue como prioridade”, sublinha o presidente.

A FAESC e os dirigentes sindicais também prestaram homenagem ao diretor técnico do Instituto Catarinense de Defesa Agropecuária (ICASA) e médico veterinário, Gerson Catalan, que morreu nesta sexta-feira, vítima de covid-19. “Catalan foi uma liderança incansável na luta pelo status sanitário diferenciado no Estado e merece nosso reconhecimento. Um amigo e um bravo profissional que nos fará muita falta”, afirmou Pedrozo.

REIVINDICAÇÕES DO SETOR

Os presidentes dos Sindicatos Rurais de todo o Estado solicitaram apoio da FAESC em temas essenciais para melhorias na produção do setor: combate à cigarrinha que está causando muitos prejuízos nas lavouras de milho; redução do custo dos insumos; controle mais efetivo dos javalis no Estado; não cobrança da outorga de água aos produtores com a instalação de novas bacias hidrográficas; combate mais eficiente ao roubo de gado nas propriedades; garantia dos contratos futuros; melhores preços pagos aos produtores de tabaco e ampliação do acesso à internet no campo.

O vice-presidente da FAESC, Enori Barbieri, explicou que um conjunto de fatores climáticos – mais umidade – acabou desencadeando a praga da cigarrinha nas lavouras de milho. Segundo ele, tanto CNA, quanto a Federação, entidades do setor e o Governo Estadual estudam medidas para maior controle e redução dos prejuízos.

O vice-presidente de finanças da FAESC, Antônio Marcos Pagani de Souza, destacou a continuidade da realização de leilões virtuais no Estado e ressaltou o calendário de feiras do ano que prevê 121 eventos agropecuários, com previsão de venda de 35 mil animais.

Gilmar Zanluchi, superintendente do SENAR/SC, informou que o programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) terá continuidade e será reforçado com amplo corpo de supervisores e técnicos de campo. O dirigente também solicitou que os Sindicatos encaminhem as demandas de cursos rápidos mensais em suas regiões e municípios para ampliação da Formação Profissional Rural, seguindo todas as medidas de prevenção ao coronavírus.

Fonte: MB Comunicação

Click na Home e escolha o idioma para sua leitura….
https://bomdiasc.com.br
@bomdiasantacatarina

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias