Produtores de Irineópolis participaram do curso em busca de maior organização das propriedades/Foto: Assessoria
Produtores de Irineópolis participaram do curso em busca de maior organização das propriedades/Foto: Assessoria

Curso de jardinagem do Senar/SC ensina técnicas para valorizar propriedades

Produtores do Norte do Estado aprendem recursos de paisagismo que aumentam em até 30% o valor das casas no campo

Produtoras rurais de Irineópolis, Monte Castelo, Major Vieira e Mafra, no norte catarinense, participaram do curso de jardinagem ofertado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc). A capacitação é uma das 52 promovidas neste mês em parceria com os Sindicatos Rurais em 11 municípios da região para fomentar o conhecimento e aumentar a produtividade e a renda dos produtores e trabalhadores rurais. Em todo o Estado, serão 197 treinamentos em agosto para mais de 4.000 pessoas. Todos seguem medidas preventivas estabelecidas pelos órgãos de saúde para o combate do novo coronavírus.

Em Irineópolis, o curso foi realizado em duas datas — 27 e 28 de julho, 3 e 4 de agosto —, em parceria com o Sindicato do município e com a empresa prestadora de serviço — Campo e Cidade Assessoria. No final do mês, 27 e 28, o município sedia mais uma capacitação sobre o tema. Em Major Vieira, o treinamento foi realizado na última semana (3 e 4), em Monte Castelo nesta (10 e 11) e em Mafra acontece nos dias 24 e 25.

De acordo com a instrutora do curso de jardinagem, Bianca Simon, o treinamento aborda técnicas de paisagismo e cuidados com as plantas para melhorar a organização e agregar valor às propriedades rurais. “É um curso muito procurado pelos produtores da região que querem aprender como aplicar as técnicas em suas casas para aperfeiçoar seus jardins, fator que valoriza as propriedades em até 30% no mercado”, destaca. A capacitação ensinou aos produtores sobre o manejo das plantas, desde uma simples muda, além da hora do plantio, manutenção, período ideal para podas, preparo e uso de adubos, replantio e ornamentação.

“Os produtores costumam pegar as mudas com seus vizinhos e plantar sem conhecerem bem as técnicas que avaliam, entre outros aspectos, as condições climáticas e as características de cada planta na hora do cultivo. O curso possibilita essa maior organização, além do maior cuidado, aperfeiçoamento e embelezamento dos jardins”, reforça Bianca ao ressaltar que o treinamento também reutiliza materiais disponíveis nas propriedades, como palanques e madeira.

O treinamento aborda técnicas de paisagismo e cuidados com as plantas para
melhorar a organização e agregar valor às propriedades rurais

Os cursos rápidos ofertados pelo Senar/SC são definidos anualmente em parceria com os produtores, sindicatos rurais, entidades, cooperativas e empresas públicas e privadas do setor em todas as regiões do Estado. São qualificações que ensinam técnicas para melhorar a gestão das propriedades e a desenvolver atividades de complementação de renda, como artesanato, confeitaria, produção caseira de alimentos, processamento de carnes e cultivo de plantas medicinais. As capacitações também englobam inclusão digital, operação e manutenção de máquinas agrícolas e organização das propriedades. No Norte, além da jardinagem, os destaques deste mês são os treinamentos sobre Processamento de Carne Suína e de Frango, Doma Racional de Equídeos, Segurança e Saúde no Trabalho com Agrotóxicos, Turismo Rural e Conservação do Solo.

“O nosso planejamento anual aborda as principais demandas dos produtores. São cursos que oportunizam aos agricultores novos negócios, melhorias nas propriedades, além do complemento da renda familiar”, sublinha o superintendente do Senar/SC, Gilmar Antônio Zanluchi.

De acordo com o presidente do Sistema Faesc/Senar-SC, José Zeferino Pedrozo, são realizados, em média, 300 treinamentos por mês no Estado. “Neste ano, eles exigem uma série de medidas preventivas devido à pandemia, com redução no número de participantes para evitar o contágio do vírus. É um trabalho que fortalece nossas cadeias produtivas e melhora a vida dos trabalhadores que não deixaram de produzir e estão enfrentando a crise sanitária para não deixar faltar alimentos na mesa dos catarinenses”, destaca Pedrozo.

Os interessados nos treinamentos devem procurar o Sindicato Rural do município para inscrições. As capacitações estão disponíveis no site do Senar/SC (www.senar.com.br), com especificação de carga horária, local e data.

Fonte: MB Comunicação

Click na Home e escolha o idioma para sua leitura….
https://bomdiasc.com.br


Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias