Jorginho Mello 15 julho Home

Jorginho Mello defende “cortar na própria carne” e diminuir carga tributária para socorrer estados e municípios da pandemia

O senador Jorginho Mello (PL-SC) defendeu a ideia de que é preciso fazer a tão esperada reforma administrativa e em seguida, a diminuição na carga tributária para que a união possa socorres estado e municípios durante e pós pandemia de Covid-19.
Para o catarinense, é necessário que os três poderes façam cortes para enxugar o tamanho do estado e que a contenção deve ser feita antes mesmo da reforma tributária, para que a união consiga assegurar recursos para as unidades federativas.

  • Nós vamos precisar fazer, no meu modo de ver, a reforma administrativa para diminuir o tamanho do estado brasileiro, incluindo executivo, legislativo e o judiciário, para cortar na própria carne – destacou.
    Jorginho também apontou que a restruturação tributária, que havia sido planejada, e que ficou em segundo plano por conta da pandemia, seria apenas uma forma de simplificar algumas normas. No ponto de vista do senador, é preciso faze-la de maneira mais efetiva com o objetivo de racionar melhor os recursos.
  • A reforma que estávamos nos preparando para fazer era só para simplificar esse emaranhado de normas e leis tributárias que existe no país. Então, nós vamos ter que diminuir a carga tributária e redistribuir os recursos – pontuou.

Fonte: Assessoria de Imprensa Jorginho Mello

Compartilhe esta postagem

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Notícias Relacionadas

Faça uma pesquisa​​

Ultimas notícias