Agronegócios Bom Dia Rural Economia Educação Esporte Estado Geral Polícia Política Região Turismo
Santa Catarina - Tenha uma boa noite, hoje é TERÇA-FEIRA - 12 de Dezembro de 2017 - Agora são
  BALNEÁRIO CAMBORIÚ
  BLUMENAU
  CAÇADOR
  CAMPOS NOVOS
  CAPINZAL
  CATANDUVAS
  CHAPECÓ
  CONCÓRDIA
  CURITIBANOS
  FLORIANÓPOLIS
  FRAIBURGO
  HERVAL D'OESTE
  IPIRA
  ITÁ
  JARAGUÁ DO SUL
  JOAÇABA
  JOINVILLE
  LAGES
  LUZERNA
  OURO
  PENHA
  PINHEIRO PRETO
  PIRATUBA
  RIO DO SUL
  TREZE TÍLIAS
  VARGEM
  VIDEIRA
  XAXIM

ESTADO
Quase 80% dos pontos analisados nas praias estão próprios para banho em SC
Bom Dia SC 09/12/2017 | Sábado - na categoria (Estado)
78,6% dos 215 pontos analisados estão próprios para banho
O primeiro relatório de monitoramento da qualidade das praias da temporada de verão 2017/2018, divulgado nesta sexta-feira, 8, pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma), mostra que 78,6% dos 215 pontos analisados estão próprios para banho. As coletas foram realizados de 4 a 8 de dezembro em 114 praias de 27 municípios do Estado. O relatório completo está no site da Fatma ou pode ser conferido no aplicativo Praias SC, disponível para android.
        Na Capital, 74,7% (56) dos locais podem ser aproveitados pelos banhistas. No restante do Litoral, 80,7% (169) estão próprios para banho. "A partir de agora, as coletas, análises e divulgação da qualidade das praias de Santa Catarina passam a ser semanais. Este é um programa de saúde pública realizado pela Fatma há 40 anos, feito conforme as normas do Conselho Nacional do Meio Ambiente, o Conama, por técnicos efetivos capacitados e com mais de três décadas de experiência", explica o presidente da Fundação, Alexandre Waltrick Rates.

Como a balneabilidade é feita
        Para dizer se um ponto é próprio ou impróprio para banho, a Fatma analisa a presença da bactéria Escherichia Coli, encontrada em fezes de animais e humanos. São necessárias cinco coletas consecutivas para se obter o resultado. "Começamos a colher as amostras para o início da temporada em 6 de novembro. Quando em 80% das análises a quantidade da bactéria é inferior a 800 por 100 mililitros, o ponto é considerado próprio", explica o técnico do laboratório da Fatma, Marlon Daniel da Silva. Além da estrutura da Fundação, outros dois laboratórios parceiros contribuem para as análises.
        Os pontos analisados são nos municípios Araranguá, Bal. Arroio do Silva, Bal. Gaivota, Bal. Camboriú, Bal. Rincão, Barra Velha, Biguaçú, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Gov. Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Piçarras, Porto Belo e São José.

Fonte: Fundação do Meio Ambiente (Fatma)
 

Demais Notícias cadastradas relacionadas:
20/11/2017 | Segunda-Feira - Santa Catarina tem a menor taxa de desemprego do Brasil   


Clique para Voltar uma página
Painel de administração